segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Versão...

Ou versinho?
Um jogo de letrinhas, uma sopa
quem sabe?
Boa quanto? Uma delícia...
De quantos? Dois!
E um som,
púrpuro.
Uma experiência.
De quanto?
Não sei.
Nem o relógio!

Só o sorriso.
(...)